Pular para o conteúdo

Como pagar IPVA atrasado: Como emitir o boleto e parcelar

Descrição: Confira o guia e saiba como pagar IPVA atrasado, de maneira simples através da internet. Saiba também como parcelar os débitos. Acompanhe!

Muitos ainda não sabem, mas desde setembro de 2020 é possível pagar IPVA atrasado de maneira parcelada, com a implementação feita pela Procuradoria Geral do Estado de São Paulo (PGE-SP).

Quem está com dívidas relacionadas aos tributos dos seus veículos, agora é possível parcelar os débitos referentes ao ano atual e anterior.

Além disso, devemos notar que existe um diferencial muito positivo nessa implementação, você pode fazer um parcelamento em até 12 vezes por meio de boleto, podendo variar de acordo com o estado.

Isso é ideal para pessoas que não possuem o dinheiro completo no momento e também não dispõem de um cartão de credito com limite alto.

Se você precisa pagar IPVA atrasado, leia com atenção o nosso guia. É bem simples de fazer isso e vamos te mostrar o passo a passo. Acompanhe!

Leia também:

O pagamento do IPVA e sua função

A sigla IPVA é a abreviação de Imposto sobre a Propriedade de Veículos Automotores. Se trata de um tributo cobrado anualmente e deve ser pago à Secretaria da Fazenda, de cada estado do Brasil.

O valor de pagamento do IPVA é determinado pelo valor estimado do veículo, utilizando como base a tabela FIPE, geralmente com uma tarifa de 4%.

Vale notar que todos os donos de veículos automotores devem pagar. Isso inclui:

  • Carros

  • Motocicletas

  • Ônibus

  • Peruas

  • Vans

  • Caminhões

  • Entre outros tipos de automotores

Existem certas situações onde o veículo fica isento de pagamento do IPVA, listadas a seguir:

  • Quando o modelo do veículo já é antigo, a partir de 15 anos de fabricação

  • Caso o dono do automóvel seja portador de deficiência física e beneficiado

  • Além de PCD, também é possível que um taxista com dois carros seja isento, porém um de seus dois carros precisa ainda ser cobrado com IPVA

  • Proprietários de ônibus ou micro-ônibus que usam esses veículos dentro do perímetro urbano

Vale notar que é ideal conferir se todos esses pontos são válidos em seu estado, podem existir diferenças pontuais entre os estados.

Além disso, devemos notar que cada modelo de carro possui suas próprias regras, dessa forma não é possível dizer que todos modelos estão isentos, com o mesmo tempo de fabricação.

Passo a passo para parcelar e pagar IPVA atrasado

Agora você já entende um pouco mais sobre o IPVA, confira a seguir em detalhes o passo a passo para emitir as guias e fazer o pagamento atrasado.

Acesse o site da Secretária de Fazenda do seu estado

Primeiramente, devemos acessar o site correto. Ele deve ser a Secretária da Fazenda do seu estado.

Como cada estado tem um endereço, sugerimos como maneira mais simples que você pesquisa no Google por “Sefaz” e confira nos resultados o endereço do seu estado, identificado pela sigla.

Utilizando o estado de Minas Gerais como exemplo, o site correto é o http://www.fazenda.mg.gov.br/.

Na tela principal, procure por uma aba chamada IPVA e em seguida Parcelamento. De forma geral, os passos serão os seguintes:

  1. Preencha os campos com as informações pessoais solicitadas e também identificação do veículo através do RENAVAM

  2. Selecione a quantidade de parcelas que deseja fazer o pagamento dos débitos

  3. Selecione a data de pagamento inicial e partir disso as demais parcelas seguirão a mesma data nos meses seguintes

  4. Pronto, o parcelamento do IPVA atrasado está concluído! Bastar manter em dia as parcelas para estar regular

O que pode acontecer se não pagar o IPVA

Após deixar de pagar esse imposto, além dos juros sobre o valor original, o CRLV de seu veículo ficará irregular. Isso significa que seu veículo não vai estar dentro das leis de trânsito do Brasil.

Se for pego dirigindo o veículo sem os tributos em dia, está sujeito a multa de R$ 293,47 e seu veículo será apreendido, ou seja, guinchado e levado para um depósito.

Além da multa, o dono do veículo guinchado precisa arcar com todo e qualquer gasto que ele cause dentro do depósito.

Sendo assim, pode ser uma grande consequência não pagar o IPVA em dia ou, pelo menos, parcelar o débito, como mostramos no guia.

O que acontece com o dinheiro arrecadado no IPVA

Uma pergunta muito comum, para onde vão os impostos arrecadados por meio do IPVA? Existem várias formas no qual o Governo utiliza esses impostos arrecadados, por exemplo:

  • 40% vão para saúde, educação, segurança pública

  • Outros 40% são destinados para municípios de acordo com a quantidade de veículos dos mesmos

  • Já os outros 20% são arrecadados para o Fundo de Manutenção e Desenvolvimento da Educação Básica e de Valorização dos Profissionais da Educação

No entanto, nenhuma dessas taxas de impostos arrecadados vão para a reforma de vias públicas. Isso ocorre por conta do valor não suprir o necessário para que haja uma reforma com o que foi arrecadado.

Devemos ainda mencionar que cada estado determina o que vai fazer com o dinheiro arrecadado, podendo ter variações consideráveis entre eles.

Depois de tudo isso, você entendeu sobre a importância do imposto do IPVA no Brasil? Ele já é cobrado há décadas e é preciso ficar muito atento para ficar na lei com o seu automóvel. 

Agora que já sabe como pagar IPVA atrasado, fique tranquilo e não se desespere. Parcele todas as taxas necessárias e torne seu veículo regular novamente.

Como pagar IPVA atrasado: Como emitir o boleto e parcelar
Como pagar IPVA atrasado: Como emitir a guia e parcelar
Avaliações do artigo - 5/5 - (1 votos)

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *